Sinais de que você está aprendendo a ler (música)

Você se lembra de quando começou a ler? De uma hora pra outra todas aquelas letras e sílabas que estavam diante dos nossos olhos desde antes de nascermos passaram a ter outro valor.


Toda criança, quando está sendo alfabetizada passa por esta fase e um dos sinais mais claros da alfabetização é o ato de ler o que encontrar pela frente. Eu me lembro até hoje dos meus pais me pedindo "pelo amor de Deus" para não ficar lendo tudo que passava diante dos meus olhos.


E acredite se quiser, com a música acontece algo muito parecido e sobre isso que quero conversar com você hoje.


Felizmente faço parte da população que foi alfabetizada muito cedo, ao redor dos quatro anos de idade, assim como a maioria das pessoas que convivo. E a gente nem se dá conta, depois de crescido, do quão difícil foi começar a ler e por isso o entusiasmo de tentar ler tudo depois de aprender a soletrar algumas palavras.


Eu me lembro do dia em que tive minha primeira aula na Escola de Música da UFMG. Tinha sido um dos vestibulares de música mais disputados da UFMG e passei com alguma folga, ou seja, eu já sabia ler música e meus colegas também.


E quando ficávamos estudando pelos corredores e salas de estudos a todo momento vinha alguém e tentava ler nosso estudo (nossas partituras). Tinha horas que isso era bem chato!


Era engraçado porque eu era o calouro e em teoria os veteranos deveriam ler bem melhor do que eu. Ou seja, por que ficavam tomando minhas partituras, minhas baquetas e dizendo "calouro, deixa eu ler isso". Será que estavam tentando se mostrarem melhores do que eu?


Por um tempo eu acreditei que era exibicionismo, mas depois voltei atrás. Era a mesma excitação da criança que aprendeu a ler e está super feliz pela conquista. Ela está motivada, alegre e aberta ao novo.


Evidentemente meus colegas de faculdade de música liam música tão bem quanto eu, ou até bem melhor do que eu, mas se comportavam como quem estava aprendendo a ler. Por que?


Porque estavam realmente aprendendo a ler, mas desta vez, a ler à primeira vista, isto é, olhar uma partitura e imediatamente sair tocando tudo que está escrito, da forma como está escrito. Isso não é nem um pouco fácil.


Ler música é uma coisa. Ler música à primeira vista, é outra.


Eu sei, soa muito estranho, mas tenta ler rapidamente e sem gaguejar estas frases aqui:


1 - bhavatā saha saṃyogaḥ santoṣakaraḥ

2 - saṃskṛte etatkathamucyate?

3 - yesujayantyāḥ śubhecchāḥ nūtanavarṣābhinandanaṃ ca


Como você deve ter notado, é sânscrito. Ou seja, existe uma pronúncia bem específica para cada sílaba neste idioma. Afinal, são 48 letras sendo 14 vogais e 34 consoantes...


Até o final deste artigo te mostro a tradução dessas expressões, mas antes me deixe mostrar meu ponto.


Você certamente entendeu as letras grafadas, ou seja, você sabe que é um 'h', um 'b' etc. E provavelmente até tentou ler como se estivesse escrito em português. Mas eu tenho certeza que leria 10 vezes mais rápido uma frase do tipo:


"Oi! Você vem sempre aqui?"


Isso se deve à familiaridade que temos com o idioma português, adquirida ao longo de muitos anos lendo, escrevendo e falando português diariamente. Mas imagina uma criança de 4 anos tentando ler a frase acima. Possivelmente ela diria:


"O-i. V-o-ke v-e-em s-e-prea-ki. Voke vemseprea qui"


Ou seja, a criança entendeu as letras e tem uma noção da leitura de sílabas, mas como ainda não praticou o idioma, vai ler de forma fragmentada, apesar de certamente te falar essa frase sem a menor dificuldade.


Em música, é parecido. Existem figuras rítmicas, sustenidos, bemóis, armaduras de claves, indicações de andamento etc, que funcionam como as letras e sílabas. Existem melodias e segmentos de melodias que são como palavras. E a partitura como um todo, que é análoga a um texto.


Quando lemos música, é necessário associar o que se está lendo com movimentos de corpo e/ou vocalizações que não utilizamos tão frequentemente. Por isso, ler música é uma dupla tarefa para o cérebro: ele precisa entender o que está escrito e transformar em vocalização e/ou movimento musical. Por isso músicos ficam tão felizes ao conseguirem tocar bem lendo à primeira vista.


É muito interessante como o nosso cérebro processa informações. Aprender a ler música demanda um certo esforço do cérebro. Aprender a ler música à primeira vista essencialmente te joga de volta à estaca zero.


No cotidiano estamos lendo um monte de coisas à primeira vista e por isso não ficamos deslumbrados por conseguirmos ler um novo post de blog ou legenda de um filme. Mas em música não é assim.


Nós, músicos, não lemos música na mesma intensidade que lemos notícias, posts, mensagens de Whatsapp etc. Por isso, a gente só adquire uma verdadeira fluência em leitura musical após alguns anos lendo música diariamente.


E neste processo a gente se empolga de montão, como a criança que descobriu que na hora do jantar seu pai pede uma pizza e que esta palavra estava escrita no imã da geladeira desde antes dela nascer.


Então, se você está se pegando empolgado por conseguir ler partituras sem se frustrar, é um bom sinal. Esse entusiasmo acontece porque você está inconscientemente se apropriando de algo que foi difícil de alcançar, mas agora é seu.


Se você ainda não chegou neste ponto e partituras ainda parecem grego antigo, é sinal de que talvez esteja tentando ler algo ainda um pouco mais avançado do que o seu nível atual de leitura. Não há nenhum problema nisso, mas é importante se desafiar de modo que você possa vencer ao invés de se frustrar.


Então, antes de te mostrar a tradução daquelas expressões acima, te peço para deixar no comentário o que você achou deste artigo e o quanto você acredita que um curso de leitura musical começando do zero e indo até leitura à primeira vista poderia te ajudar, ao menos a se sentir a pessoa mais esperta do mundo por ler uma partitura do início ao fim sem se frustrar.


Eu sei, é uma emoção boba se achar a pessoa mais brilhante do mundo por ler uma partitura, mas quando você sentí-la uma vez, não vai querer deixar de sentir. Pode acreditar.


Traduções:


1 - Prazer em te conhecer!

2 - Como você diz.. em sânscrito?

3 - Feliz Ano Novo!


Fonte de consulta: https://www.omniglot.com/language/phrases/sanskrit.php


Forte abraço!!!



ARI.



0 visualização
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon

 Rua Cinco Produções | CNPJ 26,901,315/0001-01  |  R. Prof. Teodoro Vaz, 226, Belo Horizonte, MG  |contato@ruacinco.com  |  +55 31 99400-7565